Thumbnail

Qual felicidade você vive?

Você já parou para pensar como vive a felicidade? O que significa a felicidade para você?           

Na semana passada, ocorreu no Brasil, mais especificamente em Curitiba, o Congresso da Felicidade, e isto me fez pensar mais a fundo sobre o que isto significa e quando a encontramos. 

Para cada pessoa, o padrão de felicidade e o que traz a felicidade é diferente, pois todos temos gostos, vontades e coisas que nos agradam de formas diferentes.

Por exemplo, para algumas pessoas, receber um carinho, um beijo, um elogio, é algo que as deixa muito felizes, enquanto para outros, serem lembradas, receberem um presente, já basta para iluminar o dia, outros ainda, fazer uma viagem, correr, praticar um esporte, estar com amigos, ou ainda, há aqueles que cuidar dos outros, representa uma realização. 

Para cada situação existe um grau de felicidade diferente, uma intensidade de leve sorriso, até aquela grande gargalhada, que traz o gosto de viver aquele momento. 

Mas também há aquelas pessoas que não se permitem viver estes momentos, ficam fechadas em seu mundo, tentando sempre se proteger do externo, se sentindo sempre ameaçadas, ou preocupadas com o que os outros vão pensar se derem um sorriso, ou uma gargalhada. 

Muitos passam a vida toda sofrendo por antecipação, esperando a felicidade cair em seu colo, que alguém vá chegar e lhe fazer feliz, e acabam esquecendo, que o único responsável para fazer dela(e) feliz, é ela(e) mesma(o). 

Você já parou para pensar o que lhe faz feliz? Quais são as coisas que você faz, que lhe movem a viver a vida, a ter gosto pelo sol que brilha, pela chuva que cai, pelo frio que bate à porta, que independente do que aconteça a sua volta, tudo está bem? 

As vezes é mais fácil culpar os outros, ver no externo, no passado, nos pais, nas heranças a culpa por nossas infelicidades, e esquecemos, que as escolhas são nossas, que ninguém vai dar os passos daqui para frente, a não ser nós mesmos. 

Que tal começar agora, vamos fazer um combinado? 

O que acha de apenas hoje, viver um dia sem reclamar de nada? Viver um dia apenas de elogios, aprovações e agradecimentos? 

Este pode ser o primeiro passo para estar um pouco mais próximo da plenitude. 

Vamos ao segundo passo, numere as coisas ou ações que te fazem feliz. Vamos lá! Coloque no papel, quais são as coisas que acontecem no dia a dia que botam um sorriso no seu rosto, ou as coisas que você faz feliz, que te alegram? 

Se a lista tem bastante conteúdo, verifique o que dentro desta lista você pode repetir mais vezes durante o dia, ou durante a semana, para que mais momentos sejam felizes para ti. 

Agora, se esta lista está pequena, que tal experimentar mais coisas, que tal variar, fazer coisas novas, quem sabe assim, como uma criança que está aprendendo, você possa aprender coisas novas, coisas que possam lhe fazer feliz. 

E que tal usar os 5 sentidos? Eu sempre falo nos artigos e vídeos, que os 5 sentidos são gravados na memória, representando o momento do trauma, do conflito. Mas será que não podemos gravar também lembranças positivas, coisas que nos agradam? 

Que tal comprar um sabonete com cheiro gostoso, e hoje poder curtir um banho com um cheiro novo, e não um banho corrido, que nem respirar, você respira e já saiu da água. 

Ou ainda, parar um pouco e visualizar uma bela paisagem, deixando o celular do lado, ir em meio a natureza e observar os detalhes, sentir o cheiro do verde, se conectar com o biológico. 

E por que não, parar para ouvir uma bela música, que remeta a bons momentos. 

Fazer aquele jantar, ou ir jantar, aquela comida que você mais adora, mas poder sentar e degustar, sentir cada sabor, cada textura dos alimentos entrando na boca, poder curtir o momento, se dar o direito de ter um tempo. Ou melhor ainda, se permitir experimentar o novo.

Poder usar do tato, para tocar em seu animal de estimação, sentir seu pelo. Usar o tato, para poder abraçar, pegar na mão de quem você ama, e se permitir, ficar muito mais tempo do que os breves momentos do dia a dia encostado nesta pessoa.

Ou que tal, hoje, como um primeiro dia para isto, fazer tudo isto, sentir mais os cheiros gostosos, os perfumes, os bons odores, degustar um saboroso alimento, ouvir boas músicas ou simplesmente ouvir aquela pessoa que te agrada, poder ver as coisas boas da vida, e tocar no coração de quem você ama? 

Topa este desafio comigo? 

 

Dr. Ivan Bonaldo

Microfisioterapeuta - Crefito 8/99696-F

Idealizador do Congresso Internacional das Leis Biológicas

htttp://www.leisbiologicas.com