Thumbnail

Eu celebro por ser quem sou

 

A mídia nos faz gostar tanto dos modelos impostos por ela, que nos deixa cada vez mais desgostosos com nosso jeito de ser, nos atribuem padrões do que é certo e do que é errado, do que devemos ou não fazer, do que devemos ou não ser. Somo enquadrados em um estereótipo imposto, que aceitamos, e ainda mais, fazemos de tudo para entrar neste padrão. 

Não só a mídia, mas a sociedade, familiares, escola, trabalho nos impõem padrões de ações e personalidades, e acabamos nos transformando tanto, que perdemos nossa verdadeira essência, somos enjaulados dentro de nós mesmos. Deixamos nossas verdades, formas de pensar e ideologias trancafiadas dentro de um cofre, fechado a sete chaves. Perdemos nossa individualidade, que é o que mais deveria nos dar orgulho, e acaba sendo o que mais desprezamos.

Atualmente estamos sendo robotizados desde pequenos, sendo moldurados conforme os adultos querem, não podemos correr demais, brincar demais, aprontar um pouco, devemos sim estar parados, quietos, sem gritar, fazer barulho, presos à tela da televisão ou computador, virando “zumbis”. Vi até uma propaganda de um canal a cabo de televisão, dando a entender que se não quer seus filhos fazendo bagunça, compre os canais infantis, que assim eles ficam quietos.

Perdemos assim nossa real identidade. Como podemos celebrar estar feliz sendo quem somos, se perdemos quem somos. Buscamos tanto que os outros estejam felizes com quem somos, que esquecemos de estarmos felizes com quem somos. 

Faça coisas que te façam celebrar, curtir e se auto aprovar, seja feliz sendo quem você é, por que buscar ser quem você não é, não lhe trará uma felicidade e realização completa. O que você está fazendo para ser feliz sendo você? Não espere dos outros, o que só você pode alcançar.

 

Dr. Ivan Bonaldo

Crefito 8/99696-F

Fisioterapeuta especialista em Microfisioterapia e Nova Medicina Germânica

Mais artigos nos sites:

www.ivanbonaldo.com.br

www.ativaterapias.com.br