Thumbnail

Meu joelho não suporta mais meu peso

 

 

Uma das primeiras coisas que é falado quando a pessoa tem dor nos joelhos, principalmente quando a pessoa tem um pouco de sobrepeso, “você engordou muito e seus joelhos não aguentam mais seu peso”, mas se isto fosse uma verdade, meus pacientes que tem sobrepeso continuariam com as dores nos joelhos, mas não é isto que ocorre, eles acabam muitas vezes permanecendo com o peso e sem mais dores nos joelhos. 

Claro que o sobrepeso é algo desagradável para muitas pessoas, se você quer saber um pouco mais sobre alguns motivos da obesidade acesse a série de artigos que escrevi sobre neste link http://bit.ly/IBObesidade_1

Mas então se não é o sobrepeso que causa a dor, então qual é a causa? 

O joelho por possuir diferentes estruturas, pode entrar em disfunção de diferentes maneiras. Claro que uma das maneiras é por lesão física, por uma queda, acidente, ou choque com outra pessoa, por exemplo na prática esportiva. Mas não é só as questões físicas que deixam fragilidades no joelho, também a situações de vínculo emocional. 

Nas questões emocionais, a mais relatada na Nova Medicina Germânica é a inaptidão desportiva. Você já passou por uma fase de não realizar atividade esportiva, de ficar um tempo sem correr, sem praticar um esporte que você gosta, e depois que você começa a voltar a treinar, quase sem fôlego na corrida, se sente totalmente despreparado e fora de forma? E não é neste momento que surge uma dorzinha no joelho que o faz parar de novo de treinar, para se recuperar? Exatamente, esta sensação de não estar capaz de fazer o ato esportivo, seja a corrida, ciclismo, futebol e etc. podem gerar uma fragilidade em joelho, por uma sensação de impotência em realizar o ato como antes. “Antigamente eu aguentava correr 10 km, agora não aguento 100 metros”. 

Outro fator muito comum nas conotações de joelhos é o ato de ter que obedecer a demanda de alguma pessoa, principalmente quando não aceito as ordens desta pessoa, por quem é, ou pela forma com que ela força a fazer as coisas. Desta forma ter que se submeter é duro demais. Isto pode ocorrer por um adolescente ter que aceitar as imposições dos pais, quando não as concorda, ou por uma mulher ou homem, ter que se submeter as obrigações com o(a) parceiro(a), ou ainda de um funcionário ter que obedecer a um chefe muito carrasco. Na prática desportiva também isto é frequente, onde os atletas passam a não aceitar as imposições do treinador ou da diretoria do clube, mas é obrigado a aceitar, pois ali é que esta sua renda, então o joelho torna-se um lugar mais suscetível. Isto pois é o joelho muitas vezes que demonstra a submissão no mundo animal, é quando nos ajoelhamos frente a uma pessoa, que damos nossa aceitação. 

Uma outra situação muito frequente nas questões de joelho, são os episódios em que ficamos divididos entre dois planos, duas propostas de emprego, dois relacionamentos, se eu fico do lado da mãe ou da esposa nos desentendimentos, muitas vezes desta forma, com uma dificuldade na escolha de que lado ficar ou qual a melhor direção a se tomar. Isto porque o joelho que é o responsável para amortecer o impacto do corpo, e por consequência virtualmente amortece o impacto dos desentendimentos, mas também são os ligamentos cruzados que estabilizam a rotação do joelho para virar à direita ou a esquerda, desta forma quando não sei qual a melhor direção a se tomar, há uma instabilidade do joelho. 

O joelho é uma fonte de suporte e amortecimento de nosso corpo, ele carrega sim o peso que está acima dele, mas ele só causa dor, caso esteja em disfunção, por isto que disse no começo, que a dor não é causada pelo sobrepeso, ele sim pode potencializar a dor. Mas se corrigimos a disfunção presente no joelho, ele estará com estabilidade e com estruturas integras para dar o suporte necessário. 

 

Dr. Ivan Bonaldo

Crefito 8/99696-F

Idealizador do Congresso Internacional das Leis Biológicas

www.leisbiologicas.com